O que é diabetes?

Sintomas? Tipos de diabetes? Tratamento? Locais de aplicação? Encontre informações confiáveis sobre diabetes.

Quer saber mais?

Gliconline Diabetes

Quando o corpo não consegue sozinho guardar o açúcar do sangue nas células, a glicemia fica alta (taxa de açúcar no sangue que podemos medir através de um aparelho, aprenda aqui como). Há uma deficiência na produção de insulina, que guarda o açúcar do sangue nas células para nos dar energia. São esses valores que vão guiar nossas decisões de alimentação, medicação e atividade física, por exemplo.

Há diversos tipos de diabetes, e cada tipo possui causas e tratamentos que podem ser diferentes, além do fato de que mesmo pessoas que têm o mesmo tipo podem ter tratamentos diferentes. O tratamento é individualizado e deve ser sempre discutido com a sua equipe médica.

Principais tipos de diabetes:

Gliconline Diabetes tipo 1

É quando o pâncreas, produz pouca ou nenhuma insulina. É comum descobrir a doença na infância e adolescência, mas pode acontecer em outras idades também. Neste caso, o tratamento do diabetes envolve administrar insulina.

Gliconline Diabetes tipo 2

É quando as células se tornam resistentes à ação da insulina. Vários fatores podem contribuir para o surgimento do diabetes tipo 2, tais como alimentação, exercícios físicos e um forte componente hereditário.

diabetesgestacional

É diagnosticada durante a gravidez e normalmente não se mantem depois que o bebê nasce. Acontece, pois durante a gravidez a mulher ganha peso e o pâncreas pode não conseguir suprir a necessidade de insulina do corpo.

Gliconline Diabetes Tipo LADA

É muitas vezes chamado de diabetes 1/2, pois pode unir características do: uso de insulina (tipo 1) e o surgimento tardio (tipo 2). Diagnosticado, normalmente, em pessoas acima de 35 anos de idade.

Gliconline Diabetes tipo 1

É quando a produção/ ação da insulina ficam prejudicadas pela mutação de um ou mais genes. Dependendo do gene, chama-se o MODY de um determinado nome. Por exemplo, MODY 3 (gene HNF1α) é o tipo mais comum.

outros

Existe também tipos de diabetes associados à outras patologias, tais como as pancreatites alcoólicas, uso de certos medicamentos, etc.

Você pode conhecer mais detalhes dos diferentes tipos de diabetes neste texto do nosso blog sobre os principais tipos de diabetes, confira.

tratamento

É fundamental o acompanhamento médico especializado, aos cuidados de uma equipe multidisciplinar, que normalmente envolve sendo endocrinologista, nutricionista, oftalmologista, educador físico, ginecologista, dentista, psicólogo, enfermeiro/educador em diabetes e, é claro, VOCÊ com o apoio dos amigos, familiares e parceiros(as)!

aplicacao

Na figura ao lado apresentamos os locais recomendados para aplicação de insulina. São eles: braços, região da barriga, nádegas e coxas, pois possuem maior acumulo de gordura, evitando que a aplicação apresente dor ou incomodo e também fazendo com que haja maior absorção do hormônio pelo organismo. Além disso, é necessário fazer o rodízio dos locais de aplicação. Dessa forma é possível evitar lipodistrofias (alterações ou deformidades no tecido subcutâneo quando não é feito o rodízio).

Além dos locais, conheça os métodos que podem ser utilizados para aplicar insulina neste texto que preparamos para você.

Se você estiver sentindo algum desconforto ou dúvidas sobre aplicação, não deixe de conversar com a sua equipe médica!

Gliconline Diabetes - Locais de Aplicação de Insulina
Gliconline Diabetes

sintomas

Quando o nosso corpo não guarda o açúcar na célula como deveria, percebemos alguns sintomas que podem ser facilmente identificados. Portanto, fazer exames preventivos de rotina e observar os sinais do corpo são atitudes muito importantes para um diagnóstico precoce. Procure a sua equipe médica e faça exames de rotina.

Estes são alguns dos principais sintomas:

  • Fazer muito xixi e como isso desidratamos. Consequentemente, temos muita sede.
  • Alteração no peso
  • Fome, enjoo e dores de cabeça com mais frequência.
  • Visão está mais embaçada.
  • Impotência sexual, infecções com mais frequência e feridas que demoram a cicatrizar
  • Câimbras, formigamento e perda de se sensibilidade (principalmente nas mãos e nos pés)

Você não está sozinho!

Não se preocupe em entender tudo de uma vez só. Aliás, nós estamos sempre aprendendo, pois de tempos em tempos as tecnologias mudam ou o nosso próprio corpo muda e nos exige atenção.

Periodicamente postamos no nosso blog temas relacionados à tudo isso que você pode ir aprendendo aos poucos. Nós também aprendemos muito com vocês, portanto sempre que tiver uma dúvida, contacte-nos!

Vamos juntos?

perfuntas

Meu exame de glicemia de jejum está acima dos 100 mg/dl. Estou com diabetes?
Não necessariamente. O exame de glicemia do jejum é o primeiro passo para investigar o diabetes e acompanhar a doença. Os valores normais da glicemia do jejum ficam entre 75 e 110 mg/dL (miligramas de glicose por decilitro de sangue). Estar um pouco acima ou abaixo desses valores indica apenas que o indivíduo está com uma glicemia no jejum alterada. Isso funciona como um alerta de que a secreção de insulina não está normal, e o médico deve seguir com a investigação solicitando um exame chamado curva glicêmica, que define se o paciente possui intolerância à glicose, diabetes ou então apenas um resultado alterado.
O que é uma hipoglicemia?

As hipoglicemias significam baixo nível de glicose no sangue (glicemia abaixo de 60 mg/dl). Geralmente são ocasionadas por falta de refeições nos horários corretos, por exercícios físicos excessivos, ou por doses elevadas de insulina e/ou medicamentos (hipoglicemiantes orais).

As melhores alternativas para evitar o surgimento de hipoglicemias são: respeitar os horários corretos das refeições, programar os exercícios físicos (horário e alimentação adequados), seguir as doses corretas de insulina e/ou comprimidos recomendados pelo médico.

O que é hiperglicemia?

A hiperglicemia acontece quando há pouca insulina no organismo ou quando o corpo não consegue usá-la apropriadamente. Ela pode ser causada por:

  • Dose incorreta de insulina, se você tem o Tipo 1;
  • Dificuldade do corpo para utilizar a insulina que está sendo produzida (resistência à insu-lina), no caso do Tipo 2;
  • Excesso de alimentação – e carência de exercícios físicos;
  • Stress causado por uma doença, como uma gripe;
  • Outras fontes de estresse, na família, na escola ou no trabalho;
  • O chamado ‘fenômeno do alvorecer’. Todas as pessoas passam por essa condição, te-nham ou não diabetes. É uma onda de hormônios que o corpo produz entre 4h e 5h da manhã, todos os dias, e que provocam uma reação do fígado, com liberação de glicose e preparação do organismo para mais um dia de atividades. O corpo produz menos insulina e mais glucagon (hormônio que aumenta a glicose no sangue), mas as pessoas com dia-betes não têm respostas normais de insulina para regular essa onda, e a glicemia de je-jum pode subir consideravelmente. Para evitar essa condição, valem as dicas: jantar no início da noite, fazer uma caminhada leve após o jantar, perguntar ao médico sobre medi-camentos específicos ou ajuste do tratamento do diabetes, seja insulina ou outros medicamentos
O que é insulina?

A insulina é um hormônio produzido pelo nosso pâncreas, um órgão que fica dentro do abdômen, abaixo do estomago. Este hormônio é produzido por células chamadas de células beta, que ficam dentro do pâncreas agrupadas em ninhos de células chamadas de ilhotas e tem como função básica de metabolizar a glicose (aproveitando-a para a produção de energia) e favorecer a formação de proteínas e o acúmulo de gordura no tecido gorduroso e de glicogênio no fígado.

Quantas vezes devo medir a glicemia por dia?

Segundo a ADA (Associação Americana de Diabetes) é recomendável que a pessoa com diabetes tipo 1 (DM1) realize a aferição da glicemia ao menos X vezes ao dia, sendo uma em jejum (ao acordar), antes de cada refeição e até duas horas depois de cada refeição. Já a pessoa com outros tipos de diabetes o controle pode ser identico,

Ainda tem dúvidas?

Se ainda restar alguma dúvida referente aos principais tipo, sintomas, tratamentos, medicamentos, fique a vontade para entrar em contato.

Entre em contato!

Glic Diabetes

O Glic é o primeiro app para diabetes e controle de glicemia do brasil desenvolvido para auxiliar a rotina de cuidados com o diabetes através de diversas funcionalidades como consulta e registro de carboidratos, cálculo de dose de insulina, lembretes de medicamentos e registro de glicemia. Além de participar do dia a dia de quem tem diabetes e seus cuidadores, ele se conecta com a equipe médica em tempo real, através de um prontuário eletrônico, permitindo decisões mais esclarecidas para o tratamento do diabetes.

© 2016 Quasar Telemedicina